Entregues cerca de 3600 kits de “Descubra a Madeira – Turismo na Escola” em Santana, Machico e Santa Cruz

No terceiro dia dedicado à entrega do material integrado no Projecto “Descubra a Madeira – Turismo na Escola”, foram hoje entregues cerca de 3.600 kits, nas escolas de Santana, Machico e Santa Cruz, refere a SRETC.

No total – e associando, a estes três concelhos, o do Funchal e a ilha do Porto Santo – são mais de 11.700 os kits que serão disponibilizados aos alunos, assegurando-se, assim, a calendarização prevista para esta semana, numa mobilização que prossegue até à próxima sexta-feira, nos 6 restantes concelhos: Ribeira Brava e Câmara de Lobos amanhã e Porto Moniz, São Vicente, Calheta e Ponta do Sol, na sexta-feira.

O material distribuído, numa linguagem simples, apelativa e atractiva, cumpre, segundo fez questão de destacar o secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, “o seu papel na maior sensibilização e esclarecimento dos mais jovens para o turismo e para o fortalecimento de uma relação mais próxima entre as crianças e jovens e este sector, num destino que vale, acima de tudo, pela sua autenticidade, qualidade que só se assegura e preserva investindo, desde cedo, nas pessoas que aqui residem”.

Este é, aliás, o principal mote da iniciativa: o de fazer com que as crianças e jovens “sintam o turismo e sejam turistas na sua própria terra, para depois acolherem, ainda melhor, os turistas que nos visitam”, sublinha Eduardo Jesus, acrescentando que o “facto de conhecermos a nossa história, as nossas tradições e costumes e aquilo que, verdadeiramente, nos faz diferentes dos demais, dá-nos uma maior capacidade para sermos agentes de promoção da nossa cultura, da nossa terra e do que de melhor somos, com uma entrega que faz toda a diferença, precisamente porque promovermos o que sentimos”.

Em representação do secretário regional da Educação, o director regional valorizou a parceria e mostrou-se altamente entusiasmado e satisfeito pela forma como este projecto está a ser acolhido pelas escolas. Marco Gomes fez questão de sublinhar que «a educação para a cidadania passa, também, por este tipo de acções que visam não apenas reforçar o conhecimento como valorizar o que somos”. É dessa valorização que “resulta a forma como nos apresentamos aos outros, neste caso aos turistas que nos visitam, com mais saber, mais vontade e muito mais atitude”, reforça o responsável.

No Kit entregue aos alunos, incluem-se uma mochila com diverso material escolar mas, também, conteúdos didácticos e lúdico-pedagógicos, como é o caso do passaporte cultural e do livro para colorir, este último baseado nalguns dos episódios mais marcantes da história da Região e do turismo.

As Escolas abrangidas nesta entrega de material promoveram recepções em que a dança, a música e a cenografia deram um outro entusiasmo às cerimónias, precisamente porque envolveram as crianças e os professores de cada instituição.