Grupo da Boa Nova lança Caderno nº 3 da colecção ‘O Trilho’, sobre a Fundação INATEL

O Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova apresenta na quinta-feira, 15 de Junho, no auditório do Centro Cívico de Santa Maria Maior, pelas 10h30, o Caderno N.º 3 da Colecção ‘O Trilho’, do Núcleo Museológico de Arte Popular, intitulado “Fundação INATEL e a sua Grande Importância na Cultura Popular na Região Autónoma da Madeira”, da autoria de Danilo José Fernandes. Trata-se de um edição da referida colectividade.

O mesmo, refere um comunicado, aborda o surgimento da F.N.A.T. e sua objectividade; criação da sua delegação no Funchal; entidade subsidiária na aquisição da indumentária do Grupo Folclórico da Casa do Povo da Camacha (sua primeira actuação e concurso internacional em Madrid); Festivais: FESTINATEL/85 e “Encontro de Folclore Noroeste”; Estágio e curso: “VII Estágio de Formação e Reciclagem de Directores e Ensaiadores de Grupos e Ranchos Folclórico da Região Autónoma da Madeira” e “V Curso de Formação de Etnografia e Folclore”. Congresso Internacional de Folclore e V Festival Internacional de Folclore, integrado no FESTINATEL/91, edição de livro; apoios, colóquios, exposições temáticas e itinerantes, na área da etnografia; investigações em Portugal continental; outras edições, criação do grupo “Danças das Espadas”; ofertas de instrumentos musicais tradicionais e, subsídios para aquisições de indumentárias. Cursos de “Instrumentos Musicais Tradicionais”.