Junta de Freguesia de São Roque salienta trabalho desenvolvido

A Junta de Freguesia de São Roque veio salientar em nota de imprensa que são obras pequenas em dimensão, mas fundamentais na qualidade de vida das pessoas, aquelas que a Junta de Freguesia de São Roque tem vindo a desenvolver nos últimos meses.

No total, contabiliza o presidente daquela freguesia funchalense, Pedro Gomes, só as últimas intervenções beneficiaram 30 moradias e mais de 140 pessoas.

“Temos feito algumas obras que, à partida não são de grande dimensão, mas que são muito importantes até para a segurança das pessoas”, explica Pedro Gomes, exemplificando com os trabalhos desenvolvidos no Caminho da Terça, no sítio da Alegria, ou na Travessa da Igreja Velha. Nestas duas zonas, e indo ao encontro das reivindicações da população, a Junta de Freguesia de São Roque montou varandins para facilitar a mobilidade dos moradores, muitos com mobilidade reduzida.

“Já tinham ocorrido algumas quedas de moradores, e para evitar decidimos melhor a acessibilidade naquela zona aumentando assim a segurança das pessoas”, diz o autarca de São Roque, acrescentando que o mesmo será feito nas Escadinhas do Lombo Jamboeiro.
A primeira fase da obra já esta em execução, através do fabrico de um varandim metálico com cerca de 350 metros. Dentro de uma ou duas semanas, aponta Pedro Gomes, a varanda será instalada no local.

“É um valor elevado – como ainda não fechamos essa conta, não consigo adiantar com exactidão o valor –, mas é um custo considerável que será integralmente suportado pela junta de freguesia”, adiantou.

Muitas destas intervenções nasceram da iniciativa ‘Sítio a Sítio’, promovida pelo executivo da junta de freguesia local. Nos últimos meses, a junta andou de ‘casa às costas’, mudando serviços e procedimentos para cada um dos sítios de São Roque. O resultado foi a identificação de alguns problemas que afligiam as pessoas, muitos dos quais foram já resolvidos, e os restantes terão resposta até ao final do mandato.

“O que nós fizemos foi dar continuidade ao nosso programa de proximidade com as populações, porque só ouvindo as pessoas é que conseguimos ir ao encontro das suas necessidades”, lembra Pedro Gomes.

Mas, ressalva, o trabalho da junta de freguesia não se esgotou no ‘Sítio a Sítio’. Muitas vezes, sublinha o autarca, a Junta de São Roque substitui-se à própria Câmara Municipal. “No Caminho da Terça, por exemplo, que foi asfaltado pela Câmara, nós fomos depois fazer a correcção de algumas situações em que a água estava a invadir moradias.”