‘Somos Todos Monte’ denunciam problemas de limpeza urbana e património

 

Largo da Fonte

O grupo de cidadãos ‘Somos Todos Monte’ veio deixar claro que está fortemente preocupado com diversos problemas de limpeza urbana naquela freguesia.

Ao longo dos últimos anos, as actividades de limpeza urbana de ambos, Junta de Freguesia do Monte e Câmara Municipal do Funchal, têm vindo a perder qualidade e começam a ser notórios os pontos de total falta de limpeza espalhados pela freguesia, denunciam.

Parque de estacionamento junto ao cemitério

Para além dos residentes na freguesia do Monte merecerem mais consideração, reclamam, esta freguesia é uma das mais relevantes em termos turísticos para o concelho e para a região e também por esse motivo o movimento considera totalmente incompreensível que algumas zonas desta freguesia cheguem ao estado em que se encontram.

Do ponto de vista do Somos Todos Monte, era necessário reforçar o número de profissionais afectos à limpeza urbana por parte da Junta de Freguesia do Monte. “Desde o primeiro ano de mandato que defendemos isso na Assembleia de Freguesia do Monte e apresentámos até uma proposta com um plano de acção que permitia cumprir com esse objectivo de aumento do número de trabalhadores sem aumentar o custo total desta rubrica para o orçamento da Junta, através da internalização desta actividade”, salientam.

Fontenário acima da igreja

Por outro lado, o ‘Somos Todos Monte” diz que está realmente preocupado para a degradação e falta de manutenção do património histórico na freguesia. O exemplo mais claro são os diversos fontenários espalhados pela freguesia e que começam a ficar em estado crítico. “Um dos exemplos mais claros é o Fontenário acima da Igreja do Monte, que está sem torneira e tem um derrame de água que cria um enorme desperdício desde recurso tão valioso para a vida. A proposta anterior seria também uma enorme mais-valia para a capacidade da Junta em dar resposta a todas estas situações”.

Resultado do derrame do fontenário
Caminho do Lombo