JPP acusa o Governo de “roubar” dinheiro ao povo de Santa Cruz

O Juntos pelo Povo esteve, esta manhã, no Caniço, para apresentar o investimento em curso no centro daquela cidade, que está a ser completamente asfaltada, garantem.
O dirigente Filipe Sousa, e edil santacruzense, sublinhou que esta é uma resposta aos que criticam a autarquia de Santa Cruz de nada fazer, afirmando que já há muito tempo que não se via investimento igual, nem mesmo em período eleitoral e durante os mais de 20 anos em que o PSD foi poder naquele concelho.

Sousa diz que primeiro foi preciso regularizar e equilibrar as contas e que agora a autarquia só não faz mais porque o Governo Regional “roubou” dinheiro ao povo do concelho, através de negócios no Parque Industrial da Cancela e através da retenção de verbas do IRS, que ainda não foram pagas.

Neste sentido, Filipe Sousa aproveitou a oportunidade para deixar um apelo público ao presidente do Governo Regional: “Senhor Presidente do Governo, devolva ao povo de Santa Cruz aquilo que roubou, nomeadamente por via da venda de um lote do Parque Empresarial da Cancela, que é pertença do município. É dinheiro do Povo, é cerca de meio milhão de euros que daria para demonstrar que queremos e temos ambição de investir mais neste concelho.”

Mais acrescentou que se esse dinheiro fosse devolvido, chegaria para intervir em outras tantas zonas necessitadas, nomeadamente nas zonas altas da freguesia do Caniço, como é o caso do Caminho das Eiras, Estrada do Serralhal e Estrada dos Moinhos.

Por outro lado, Filipe Sousa fez também um apelo ao secretário regional das Finanças, que “está agora muito empenhado nas lides partidárias, nomeadamente no apoio a todos aqueles que delapidaram as finanças de Santa Cruz, em vez de devolver, de uma vez por todas, o milhão e seiscentos mil euros de IRS, que são devidos ao povo deste concelho.”

O líder do JPP e autarca salientou que a devolução de todas estas verbas, que considera estarem a ser roubadas pelo Governo Regional ao Povo, daria para outros investimentos necessários, como é o caso do ataque às perdas de água.

“Já estamos a trabalhar nesse sentido, mas esse dinheiro que o Governo Regional roubou aos santacruzenses daria uma folga para que este executivo pudesse responder a outras necessidades.”

De qualquer forma, Filipe Sousa garante que outros investimentos estão a ser projectados e em breve serão apresentados à população “sem qualquer tipo de preconceito, porque é essa a nossa forma de estar na política.”