CDS-PP está “frontalmente contra ataque ao Registo Internacional de Navios da Madeira”

O grupo parlamentar do CDS-PP Madeira sublinha, tornando pública esta sua posição, que está frontalmente contra o “ataque ao Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR), perpetrado pelo Governo Socialista na República, mais um episódio da guerra sistemática do PS contra o Centro Internacional de Negócios da Madeira, de que o MAR faz parte”.

No comunicado assinado pelo presidente dos grupo parlamentar, Rui Barreto, lembra-se que o Registo Internacional de Navios da Madeira é, pese embora as dificuldades levantadas por Lisboa, o registo de maior crescimento na União Europeia, com mais de 500 navios, de qualidade, registados. Este património, que representa verbas para a Região, não pode ser delapidado por uma má decisão do Governo socialista de Lisboa, consideram os centristas.

Os deputados do CDS já encetaramjá contactos com os seus homólogos na Assembleia da República, pedindo-lhes para se oporem de forma clara, se a proposta hoje conhecida chegar ao Parlamento Nacional.

O partido exorta ainda todos os parlamentares eleitos pela Região para a AR a fazerem tudo aquilo que estiver ao seu alcance para fazer o Governo mudar de ideias. Porque esta questão, que coloca em causa, objectivamente, o interesse regional, ultrapassa a normal luta partidária.