Martinho Câmara quer enfoque nas questões sociais; apresentou também João Álvaro Ferreira como candidato à Junta do Arco da Calheta


O candidato do CDS-PP à Câmara da Calheta quer que o próximo mandato autárquico seja focado nas questões sociais, refere uma nota à comunicação social. Martinho Câmara diz que se a vontade do povo for a de lhe conferir a liderança da autarquia, as políticas sociais estarão em primeiro plano, refere o CDS.

Numa acção de campanha pelo concelho, o candidato assumiu “uma outra postura, um outro objectivo diferente dos outros partidos. “Vamos fazer opções diferentes daquelas que foram feitas até aqui, porque muitas dessas opções assumidas há muitos anos continuam sem ter reflexos positivos para as populações”, argumenta Martinho Câmara.
O seu projecto de candidatura é “para todas as freguesias da Calheta e para todas as pessoas do concelho”. Do conjunto de compromissos que irá apresentar às populações, Martinho Câmara destaca, para já, os seguintes: devolução aos contribuintes dos 5% de IRS arrecadado pela autarquia; reservar uma fatia do orçamento municipal para ajudar na compra de medicamentos as pessoas com carências comprovadas; uma aposta na educação, com a autarquia a disponibilizar transportes gratuitos para os estudantes do concelho de todos os graus de ensino; criação de uma taxa social na conta da água para famílias numerosas e necessidades comprovadas.

Martinho Câmara falava na freguesia do Arco da Calheta e aproveitou para anunciar o candidato à Junta de Freguesia local, João Álvaro Ferreira. “Esta freguesia está num marasmo, precisa de alguém que esteja próximo das populações e o senhor Álvaro é a pessoa certa”, disse.