MASF debateu pragas que afectam as obras de arte

Fotos: Rui Marote

O Museu de Arte Sacra do Funchal realizou esta tarde uma curiosa conferência seguida de debate, sobre a temática dos insectos que atacam a madeira e, consequentemente, ameaçam ou destroem mesmo obras de arte já com séculos de existência.

O painel que debateu estas pragas que afectam o espólio de artes decorativas ou artísticas dos museus do Funchal, uma realidade com a qual estes têm permanentemente de se debater, era constituído por Carolina Ferreira, conservadora de restauro, por Teresa Pais, directora do Museu Quinta das Cruzes, por Isabel Gonçalves, conservadora entomóloga no Museu de História Natural do Funchal, e por Angelino Pina, director técnico da empresa Rentokil.

Seguiu-se um debate com o público.