Presidente do PSD-Santa Cruz demite-se e mete “férias políticas até 2 de outubro”

Foto facebook Agostinho Alves.

No PSD-Madeira há mais um presidente de uma comissão política de freguesia que se demitiu das suas funções.

Trata-se de Agostinho Alves, líder da comissão política de freguesia de Santa Cruz.

“Embora as traições sempre as houvesse, estou fora da presidência da comissão política da freguesia de Santa Cruz. Mas deixo bem claro que sou candidato às próximas eleições da comissão política. Por isso não contem comigo para as próximas campanhas. Estou de férias políticas até 2 de Outubro 2017. Sejam felizes”, desabafou na sua página do facebook.

“Nós entramos numa política de 1 de Abril”, acrescentou.

Agostinho de Freitas Alves fez parte da ‘Renovação’, apoiou desde a primeira hora Miguel Albuquerque, mantém-se filiado no partido (pelo menos até Outubro) mas abandona as funções dirigentes.

A estratégia da liderança do partido e do secretariado regional na escolha do jornalista Roquelino Ornelas para encabeçar a lista à Câmara, descurando a opinião e/ou valorização de membros dos órgãos concelhios terá precipitado a decisão de Agostinho Alves.

Ele que, em intervenções recentes já tinha dado nota pública do seu descontentamento embora tenha negado a autoria de cartazes que foram afixados segundo os quais não apoiaria Roquelino Ornelas e ponderaria avançar como independente.

Segundo conseguimos apurar, há mais militantes descontentes, alguns com cargos de média importância nas estruturas locais do PSD que só não abandonam o barco por estarem ligados à Função Pública.