Quem tira o poço do fundo do poço?

Fotos Rui Marote.

O Poço da Cidade, à entrada da zona velha, faz parte do património.

Mas este património classificado situado no Largo do Poço perde-se no emaralhado de mobiliário urbano e guarda-sóis de um restaurante.

O poço deixou de ter leitura como uma importante referência do nosso mobiliário urbano, tal a quantidade de elementos urbanos perturbadores que o envolvem.

São cântaros, mesas, guarda-sóis trepadeiras e cadeiras a invadir o espaço público.

De tal forma que quem passa ao nível superior da rua nem consegue ver o referido Poço da Cidade.

O Funchal Notícias já aqui denunciou o assunto, a 6 de Julho de 2015, mas tudo continua na mesma.

Ao largo do Poço, cuja construção remonta a 1870, acorriam homens e animais para refrescarem-se.

Disso dá caonta uma aguarela sobre papel de Max Römer, de 1942, que retrata a “Fonte do Largo do Poço”, o antigo Poço da Cidade.

SONY DSC