João Paulo Marques classifica CMF de “incapaz” e dá como exemplo a ETAR

joao-paulo-marques

O PSD/Funchal acusou hoje o executivo da Câmara Municipal dirigida por Paulo Cafôfo de “não ter qualquer ideia ou projecto” para a cidade.

Segundo o deputado João Paulo Marques, representante da concelhia do PSD neste concelho, a CMF tenta “disfarçar essa incapacidade” e “justificar a sua incompetência” com o Governo Regional. “A Câmara Municipal do Funchal quer governar a cidade através das capas de diários e quer usar para isso o dinheiro dos outros”, afirmou, sublinhando, contudo, que nada move o PSD contra a autarquia, o que se pede é que esta “faça o seu trabalho”, pois “foi para isso que foi eleita”.

No entanto, e rebatendo as críticas de falta de investimento neste município por parte do executivo madeirense, lembrou que “52% do investimento do Orçamento Regional para 2017 destinado aos concelhos da Região está direccionado para  o Funchal”. Acrescenta João Paulo Marques que “se não há mais obra no terreno é precisamente por falta de resposta e de trabalho da Câmara”, dando o exemplo da ETAR , “um investimento que o Governo está disposto a fazer no Funchal, de mais de um milhão de euros, e que não avança porque a Câmara não se decide em que lugar quer instalar”.

Nesse sentido, João Paulo Marques sublinhou que as perguntas que os funchalenses deveriam colocar ao presidente da Câmara Municipal do Funchal são “o que o impede de indicar um lugar para a construção da ETAR, que lobbies estão a impedir a Câmara de fazer o seu trabalho, que entidades ocultas é que impedem o senhor presidente da Câmara do Funchal de avançar com uma obra que será decisiva para o futuro da cidade do Funchal?”