Alinghi perde mastro em colisão na etapa madeirense da Extreme

 Credit - Lloyd Images

Credit – Lloyd Images

Conforme o Funchal Notícias oportunamente anunciou, inclusive mostrando fotografias em primeira mão, a equipa suíça Alinghi dos catamarãs GC32 que disputa a etapa madeirense da Extreme Sailing Series perdeu um maestro neste penúltimo dia de regatas na Madeira. A informação oficial confirma a notícia que avançámos esta tarde: o barco da equipa suíça ficou danificado numa colisão com o da Red Bull Sailing Team.
Ambas as equipas estiveram sempre em renhida competição muito renhida deste o primeiro dia, disputando sempre o primeiro e segundo lugares.
“No início da terceira regata do dia, a equipa austríaca, a Red Bull Sailing Team,
começou com um avanço fantástico, mas aproximou-se demasiado da equipa suíça e colidiu com a parte frontal da mesma. Este impacto entre os dois catamarãs super-rápidos GC32 tirou uma parte crucial do barco e, momentos depois, foi possível visualizar a queda lenta do mastro de 16,5 metros em fibra de carbono ao mar. Em poucos segundos a equipa de segurança das Extreme Series Sailing chegou ao local, garantindo a segurança de todos os velejadores e tentando minimizar danos maiores com a embarcação. Todos os velejadores e convidados estavam devidamente equipados e não existiram feridos”, refere uma nota de imprensa.

The Extreme Sailing Series 2016. Act 6. Madeira. Portugal. 24th September 2016. Credit - Lloyd Images
Credit – Lloyd Images

O catamarã GC32 do Alinghi foi rebocado de volta à doca, onde a equipa de
terra começou a trabalhar na reparação do mesmo, entrando assim numa corrida contra o tempo para que amanhã esteja tudo pronto para o último dia de competição.
A equipa suíça foi premiada pelo incidente, o que os coloca na primeira posição,
na liderança da competição à frente do Oman Air, Red Bull Sailing Team e do SAP Sailing Team. Ou seja, o azar acabou por ser uma sorte.
“João Cabeçadas, da equipa de terra do Alinghi, garante que as reparações estão
a ser feitas e que têm todos os materiais necessários para que tudo corra bem. “O
mastro só caiu, está intacto. Temos tudo o que precisamos para reparar e para voltar amanhã, mas é preciso que não aconteçam mais precalços pelo caminho, o que só conseguimos perceber à medida que vamos trabalhando. O objetivo é este: voltar amanhã.”
Por outro lado, o dia foi muito consistente para a equipa Sail Portugal – Visit
Madeira, com duas regatas em terceiro lugar e três quartos lugares.
Diogo Cayolla demonstrou-se confiante para o dia de amanhã, último do Act 6
na Madeira. “O dia correu bastante bem. Um dia com umas condições óptimas. O
“estádio” estava cheio, tivemos um apoio fantástico e acho que a regata correu bastante bem. Queremos melhorar sempre. Tentar o primeiro lugar. Eu estava a dizer que o nosso objectivo é retirar o maior número de pódios possível. No primeiro dia tiramos 25%, hoje tiramos 30% de pódios e por isso amanhã queremos aumentar essa percentagem.”, declarou.
O dia de regatas começa amanhã pelas 14 horas. Os fãs do desporto podem
aceder a imagens em tempo real e acompanhar todos os progressos deste último dia do Act 6 na Madeira através da RTP Madeira e do website das Extreme Sailing Series. Extreme Sailing Series™ Act 6, Classificação dia 3 – Ilha da Madeira, 12 regatas (24.09.16)

Posição/Equipa/Pontuação: 
1º – Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey – 130 pontos.
2º – Oman Air (OMA) Morgan Larson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Ed Smyth, Nasser Al Mashari – 125 pontos.
3º – Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Hans Peter Steinacher, Stewart
Dodson, Adam Piggott, Brad Farrand – 121 pontos.
4º – SAP Extreme Sailing Team (DEN) Jes Gram-Hansen, Rasmus Køstner, Mads Emil Stephensen, Pierluigi De Felice, Renato Conde – 119 pontos.
5º – Sail Portugal – Visit Madeira (POR) Diogo Cayolla, Frederico Melo, Nuno Barreto, Luís Brito, João Matos Rosa – 103 pontos.
6º – Land Rover BAR Academy (GBR) Neil Hunter, Elliot Hanson, Will Alloway, Sam Batten, Rob Bunce – 95 pontos.
7º – Vega Racing (USA) Brad Funk, Tom Buggy, Nick Thompson, Zé Costa, Mac Agnese – 88 pontos.