Ponte da Saúde caiu sob a força das máquinas e da insensibilidade

oi001244.jpg

A ponte da Saúde, na Ribeira de Santa Luzia, parte do património da cidade do Funchal, sucumbiu há pouco às impiedosas escavadoras e martelos pneumáticos dominados pela mentalidade industrial e do betão. Foi assim que o Governo Regional optou por tratar mais este pequeno ícone do nosso passado, sobrevivente de muitos e muitos anos. O FN foi alertado para o facto de que a queda da ponte estava iminente, apesar das campanhas que têm sido movimentadas, principalmente nas redes sociais, pela sua salvaguarda. E rapidamente avançámos para o local, mas não conseguimos mais do que ver o triste resultado da falta de sensibilidade patrimonial: um monte de pedras no fundo da ribeira. Triste fim para esta ponte.

oi001247.jpg

No local encontrámos o engenheiro civil Danilo Matos, que tem movimentado uma autêntica campanha de protesto contra este assassinar da nossa identidade. Estava, obviamente, consternado, bem como outros habitantes das redondezas, que registavam fotograficamente o ocorrido. Mais uma vitória no aplainar do Funchal, no sentido de o tornar parecido a um qualquer outro lugar, num qualquer outro sítio, despindo-o das suas características históricas e identitárias.

fb_img_1471962001044.jpg
Assim era, antes, a ponte da Saúde. (foto Danilo Matos)