Paulo Cafôfo diz que “a noite foi dramática”

Incêndios.
Conferência de imprensa desta manhã. Fotos Rui Marote

“Noite dramática”. Foi assim que o presidente da Câmara do Funchal (CMF), Paulo Cafôfo qualificou os últimos acontecimentos provocados pelos incêndios nas zonas altas.

SONY DSC

Diversos equipamentos coletivos foram intervencionados: A frota da Horários do Funchal foi retirada da Fundoa, a Estação de Tratamento de Resíduos dos Viveiros também, o armazém da autarquia da Fundoa ibidem, várias casas arderam durante a madrugada.

SONY DSC

Oito bombeiros foram hospitalizados devido à inalação de fumo. Há estradas que devem ser evitadas pela população.

SONY DSC

A GNR está no terreno. 3 das 4 secções dos Bombeiros Municipais (BMF) estão ao ativo. 200 pessoas estão no RG3. 50 foram retiradas dos Marmeleiros.

O Lar de Santa Isabel pode ser evacuado. Na Levada Nova da Corujeira foi preciso a PSP intervir para retirar moradores que insistiam em permanecer nas suas casas.

Neste momento o fogo já chegou ao Chão da Lagoa. Pico Alto, Courelas, Alegria, Caminho da Terça e Corujeira são zonas críticas.

O Exército será chamado para o rescaldo. Todos os departamentos da CMF estão ao dispor da população.

O balanço foi feito, esta manhã, por Paulo Cafôfo, em conferência de imprensa.

É preciso repor água, luz e comunicações em diversas zonas. Estabelecer prioridades de intervenção. Moderar o consumo de água.

O vento intensificou-se durante a noite. Os meios não chegam para tudo. O cansaço já se apoderou de alguns meios no terreno. O plano de emergência municipal foi ativado.

Um novo balanço será feito ao meio-dia.