Glamping na Madeira: o que oferece

/LC/

Foto: Canto das Fontes
Foto: Canto das Fontes

Acordar rodeado de bananeiras, ao som das ondas e da cascata é o que o glamping no Canto das Fontes tem para oferecer, e não só.

Foto: Canto das Fontes
Foto: Canto das Fontes

Glamping é sinónimo de acampamento de luxo. Neste caso em particular, no Canto das Fontes, este acampamento é rodeado de árvores de fruto inseridas num projeto de Agricultura Orgânica Certificada, contendo duas acolhedoras tendas Tipi, que permitem uma fruição direta e confortável da natureza. Cada tenda dispõe de casa de banho privativa e o seu aluguer inclui o pequeno-almoço.

Canto das Fontes casa de banho

Este local de 4300 metros quadrados, entre a Ponta do Sol e a Madalena do Mar,100 metros acima da Praia dos Anjos, foi o primeiro projeto de glamping na Madeira, com início em Junho de 2015.

Foto: Canto das Fontes
Foto: Canto das Fontes

O turista pode alugar uma Tipi ou o retiro todo, neste último caso o aluguer incluí acesso exclusivo às duas tendas, à casa com cozinha e quarto e todas as áreas comuns.

Canto das Fontes Casa
Foto: Canto das Fontes

O Canto das Fontes é descrito como um local mágico pelo jornal inglês The Guardian, em Junho deste ano, num artigo sobre o Madeira, no qual salienta que o turismo na nossa ilha  está a  mudar, apresentando uma variedade de atividades e alojamentos para todas as idades e gostos.

Foto: Canto das Fontes
Foto: Canto das Fontes

Este espaço de glamping é propriedade de Roberto Varela, que pegou no terreno da avó e transformou-o num retiro soalheiro e único.

Foto: Canto das Fontes
Foto: Canto das Fontes