PTP alerta para situação periclitante de edifício na Rua do Carmo

coelho PTP

O PTP realizou ontem uma acção política na Rua do Carmo, em frente das antigas instalações da famosa casa de bordados ‘Madeira Superbia’, para denunciar que este edifício antigo, com mais de um século, “ameaça neste momento ruir”.

De acordo com o deputado José Manuel Coelho, a parede do edifício que está virada para a rua está degradada no último andar e pode cair.

A Câmara Municipal do Funchal, diz Coelho, já enviou engenheiros para reforçar o edifício. “Amarraram umas vergas nas janelas e no andar de cima que, na nossa opinião, são insuficientes”, disse Coelho, que disse que o prédio já dá sinais de ruína iminente.

Por tal situação configurar “um perigo para as pessoas e automóveis que circulam na Rua do Carmo”, o PTP critica o presidente da Câmara, Paulo Cafôfo, e a Direcção Regional do Património por, em seu entender, não estarem a prestar a necessária atenção a esta situação, acautelando a segurança de pessoas e bens.

Como exemplo, apontou o caso da palmeira do Porto Santo, para cuja inclinação as pessoas alertavam, embora as entidades competentes não a tenham retirado do largo do centro da vila. “Até que um dia caiu e causou vítimas. É o mesmo que vai acontecer qualquer dia com o edifício da Madeira Superbia. Como ninguém lhe presta atenção, e os srs. engenheiros da Câmara dizem que está seguro (…) qualquer dia temos aqui um desastre de grandes proporções com vidas humanas a lamentar (…)”.