Tailandesas criam pratos descartáveis biodegradáveis

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

**Estes recipientes podem simplesmente ser descartados em qualquer local, sem causar danos ao solo e aos outros organismos.

Preocupadas com a enorme quantidade de embalagens de esferovite usada para servir alimentos, um grupo de pesquisadoras da Universidade de Naresuan, na Tailândia, desenvolveu pratos descartáveis feitos de folhas de árvores. Estes recipientes podem substituir o esferovite, plástico celular e rígido com variedade de formas e aplicações, sem perder a sua qualidade no uso, segundo o site Ciclo Vivo.

Em entrevista à imprensa local, as cientistas explicaram como chegaram até o modelo ideal. Segundo as especialistas, foram feitas muitas tentativas até que o material ideal fosse encontrado. As folhas com melhor desempenho são provenientes de três tipos de árvores: Tectona grandis, Petchara Chaowarat e Ficus benghalensis.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O processo não foi detalhado, mas os pratos são feitos apenas com materiais naturais. No lugar do verniz, por exemplo, as cientistas usaram o próprio amido para dar mais resistência e brilho aos utensílios.

As folhas são mantidas de maneira praticamente intacta, são apenas moldadas para terem o formato dos pratos. Além disso, ao contrário do que acontece com o esferovite, estes pratos podem ser descartados em qualquer local, de preferência onde haja vegetação, que a sua decomposição não afetará negativamente o solo e os outros organismos naturais.

Quanto à sua resistência, as pesquisadoras garantem ser equivalente a de outros descartáveis plásticos. É possível usá-lo para comidas sólidas e líquidas, sejam elas quentes ou frias.

Sitintip Tantanee, professora na universidade que integra a equipa de engenheiras que criou o produto, explica que a intenção é trabalhar com as autoridades municipais para que os eventos oficiais troquem, ainda neste mês, o esferovite pelos pratos feitos em folhas.