Festa da Flor encheu de cor e animação a baixa funchalense

cortejo-flor-002.jpg.jpeg

Fotos: Rui Marote

O Funchal voltou hoje a encher-se de cor e de alegria com o momento alto da Festa da Flor, o Cortejo Alegórico no qual participam vários grupos que integram elementos de todas as idades. A marginal do Funchal acolheu um amplo público constituído tanto por locais, como por estrangeiros, como por múltiplos visitantes continentais ansiosos por ver o espectáculo que, conjuntamente com o Carnaval e o fim-de-ano, constitui um momento-chave do calendário turístico da Região.

cortejo-flor-011.jpg.jpeg

Uma dezena de grupos, oriundos de diversos pontos da Madeira, desfilou no espaço compreendido entre a Praça da Autonomia e a Rotunda do Porto, percorrendo a Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses e a Avenida Sá Carneiro. Desde as crianças de mais tenra idade – até bebés – aos cidadãos mais maduros mas com alma de diversão, muitos foram os que integraram as ‘troupes’ participantes.

cortejo-flor-016.jpg.jpeg

João Egídio Rodrigues trouxe a primeira, subordinada ao tema ‘Paleta de Cores da Primavera’. Seguiu-se a Associação Fura Samba, com o tema ‘Alegria’, e depois a ‘Sorrisos de Fantasia’, inspirada pela ‘Alma Lusa’. A Associação ANIMAD, que tanto pugna pela defesa dos direitos dos animais na nossa terra, trouxe o tema ‘Baile Real’,  seguido pela Escola de Samba Caneca Furada, que apresentou um autêntico ‘Festival de Cor’.

cortejo-flor-020.jpg.jpeg cortejo-flor-031.jpg.jpeg

Já a Associação de Animação Geringonça, outro interveniente nestas lides da diversão e animação turística também por alturas do Carnaval, apresentou o tema ‘Perfume de Primavera’ e Carolina Sousa fez, de seguida, uma introdução muito apreciada à ‘Festa do Beija Flor’, congregando participantes da zona Oeste da ilha.

cortejo-flor-035.jpg.jpeg

‘O Baile das Pétalas’ foi a temática evocada pela ‘Turma do Funil’, que também costuma ser um dos grupos de destaque do Carnaval madeirense, e a Associação Império da Ilha abordou depois o tema dos odores primaveris em ‘Aroma e Cor… é a Festa da Flor’.

Isabel Borges, uma veterana destas ‘andanças’, apresentou, a concluir com chave de ouro, a sua ‘troupe’ ‘Pink Ladies’, onde o rosa foi a cor de eleição, com o grupo a ser inteiramente constituído por elementos do sexo feminino.

cortejo-flor-044.jpg.jpeg

Foi uma tarde bem passada para os muitos que assistiram, e que teve ampla difusão televisiva, através da RTP-Madeira, RTP 1 e RTP Internacional, assim envolvendo as comunidades no estrangeiro num ‘regresso’ sentido à terra que os viu nascer. É que os emigrantes acolhem sempre com muito carinho as manifestações de alegria e de diversão que os fazem recordar da terra que deixaram para trás. E na realidade, compreende-se que este desfile, com toda a cor e a evocação das flores que fazem parte do imaginário imperecível de todos os que foram nados e criados neste arquipélago, os emocione.

cortejo-flor-054.jpg.jpeg

 

Este é um dos eventos mais destacados da ‘Festa da Flor’, que já se vem realizando desde o já longínquo ano de 1979. E que, ao longo dos anos, se ergueu e se assumiu indelevelmente como um enorme cartaz turístico regional e mesmo nacional, sendo de enorme importância para a economia e a actividade turística da RAM, movimentando milhares de pessoas.

cortejo-flor-056.jpg.jpeg

O bem conhecido João Egídio apresentou um grupo que, entre muitos outros aspectos, trazia um carro alegórico decorado de forma a evocar a tradicional azulejaria portuguesa, também presente em vários locais e motivos da Madeira. A música latina deu o mote, acontecendo o mesmo com a Associação Fura Samba, que também seguiu a ideia da musicalidade e da alegria tipicamente latinas nas coreografias e na animação que trouxe ao convívio da assistência. A Fura Samba apresentou um carro alegórico simbolizando um carrossel, verdadeiro símbolo da diversão, colocando em destaque, tanto quanto a ‘troupe’ que a antecedeu, a beleza feminina e floral. Nos adereços, impressionantes, muito verde misturava-se também com outras tonalidades.

cortejo-flor-062.jpg.jpeg

Já a Associação Sorrisos de Fantasia quis abordar a ‘Alma Lusa’, ou seja, apostou nas cores marcantes da nossa bandeira nacional, o verde e o vermelho, as quais registaram maior incidência, e que também exprimem várias e diversas emoções. O amarelo, todavia, também foi uma cor bastante presente. Houve uma inspiração em trajes típicos do folclore português neste grupo, que desfilou também ao som da música de um cantor nacional – José Cid, com ‘Se eu te pudesse abraçar’.

cortejo-flor-121.jpg.jpeg

Veio depois a ANIMAD, que escolheu o tema ‘Baile Real’ e introduziu uma outra nota no desfile, passando para um registo de evocação das antigas danças de salão e bailes que tanto animavam as noites da Madeira em noites que já lá vão. Uma tema que seria também apresentado por outros agrupamentos, de forma diferente e inovadora.

cortejo-flor-069.jpg.jpeg cortejo-flor-077.jpg.jpeg

A ‘Caneca Furada’, outra agremiação veterana da animação do turismo nas nossas ruas, trouxe uma dança ao som de uma interpretação mais melancólica da popular música ‘Love me like you do’, de Ellie Goulding, numa extensa apresentação que congregou cerca de duzentos elementos, e que, entre outras tonalidades, enfatizou a das dálias vermelhas. Muitas dançarinas e dançarinos, apesar da música menos ‘mexida’, trouxeram porém uma nota de maior sentimentalidade ao cortejo.

cortejo-flor-092.jpg.jpeg

Já a também carnavalesca ‘Geringonça’ trouxe a sua própria cantora a interpretar uma canção portuguesa concebida para a ocasião, e uma actuação soberba, da qual se destacou muita cor, com o vermelho em destaque. Subordinada à temática ‘Perfume de Primavera’, trouxe 228 elementos, divididos por seis alas, a percorrer as artérias da marginal do Funchal.

cortejo-flor-094.jpg.jpeg

Carolina Sousa, uma estreante na Festa da Flor, apresentou de seguida um grupo que não o parecia absolutamente nada: bastante à vontade, trouxe a sua ‘troupe’, criada este ano num projecto de raiz que congregou jovens e menos jovens da zona Oeste da ilha, dos concelhos da Ribeira Brava, Ponta do Sol e Calheta. Sob o tema ‘A Festa do Beija Flor’, trouxe mais de 3500 flores, entre carros alegóricos e figurantes. À frente da ‘troupe’, um engraçado triciclo florido. Os vestidos dos participantes, dignos de nota, ostentavam um estampado com um padrão tropical. As araras e papagaios que vinham no carro alegórico contribuíram para esta impressão de tropicalidade.

cortejo-flor-098.jpg.jpeg

Depois foi a vez da Turma do Funil, uma ‘troupe’ oriunda de Câmara de Lobos, que trouxe nada menos do que 210 figurantes numa interessante abordagem aos bailes tradicionais, optando, noutros momentos, por um registo de marcha que se adapta singularmente bem à natureza de um desfile como este.

cortejo-flor-099.jpg.jpeg

A Associação Império da Ilha apresentou, por seu turno, curiosos vestidos ornamentados com aquários (isso mesmo, com água dentro e tudo), numa evocação de cores e aromas que também abordavam a floresta laurissilva.

cortejo-flor-109.jpg.jpeg

Fundado em 2014, este grupo incorporou 150 figurantes e trouxe cores variegadas, como azul, laranja, em destaque, além das saias multicores. O carro alegórico apresentava-se profusamente florido, e o grupo incorporava muitos elementos do sexo feminino.

cortejo-flor-101.jpg.jpeg

Não tantos, todavia, como os das ‘Pink Ladies’: este grupo, dirigido por Isabel Borges era, como o próprio nome indica, exclusivamente constituído por elementos femininos, já que o rosa é uma cor que, conforme foi dito, evoca sobretudo uma sensibilidade típica do ‘belo sexo’. São já 32 anos de participação na Festa da Flor, e mais uma vez não desiludiram: bonitos vestidos, chapéus e saias rodadas. Enfim, tratou-se, mais uma vez, de um cortejo de singular beleza, muito apreciado pelos turistas mas igualmente acompanhado com o maior interesse pelos madeirenses. E não só, já que nesta oportunidade assistiram também, como as imagens captadas por Rui Marote documentam, ao evento dignitários estrangeiros de relevo, como o embaixador da China, Cai Run, que assistiu ao desfile na companhia do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque. Também elementos do Free State da África do Sul estiveram presentes a apreciar este momento alto do turismo insular.

cortejo-flor-013.jpg.jpeg cortejo-flor-004.jpg.jpeg cortejo-flor-101.jpg.jpeg cortejo-flor-104.jpg.jpeg cortejo-flor-115.jpg.jpeg