A tradição das visitas do Espírito Santo

espíritoAs visitas pascais, que na Madeira e Porto Santo são denominadas de visitas do Espírito Santo vão decorrer nos seis domingos da Páscoa.
Iniciam-se no domingo, dia 3 de abril, em todas as paróquias, exceto na Assomada, freguesia do Caniço, em que já se realizam no Domingo de Páscoa, dia 27 de março.

Após a celebração da missa os grupos compostos por três homens e duas meninas denominadas de «saloias» percorrem os sítios levando a alegria pascal às famílias, mantendo-se assim uma tradição com muitos anos.
A devoção ao Espírito Santo na Madeira é muito antiga, tendo a sua origem no início do povoamento, por meados de 1425. Os elementos que integram estas visitas, normalmente três homens com capas vermelhas e duas adolescentes efetuam visitas às diversas casas a da comunidade paroquial tendo como objetivo levar a cada família «a alegria de Cristo Ressuscitado» e recolher fundos que têm diversas finalidades como a ajuda aos pobres, ou para obras na igreja, entre outros.
As meninas que acompanham o grupo são denominadas de «saloias» vestidas de vermelho ou com o traje típico regional. Nalgumas localidades vão ornamentadas de ouro, e à chegada às casas visitadas entoam um cântico próprio cuja letra e música varia consoante a região. Transportam cestinhos com flores que também servem para recolher os doces e outras guloseimas que lhes são oferecidas. Há localidades em que o grupo é acompanhado por instrumentos musicais.
Para a maioria das famílias das comunidades paroquiais a visita do Espírito Santo constitui um momento de festa e em que também se recordam os familiares ausentes. Os doces e as bebidas estão sempre presentes nas casas visitadas.
Em muitas paróquias a visita é acompanhada pelo pároco que abençoa as residências e ao mesmo tempo faz convívio com os seus paroquianos.
No Curral das Freiras e na freguesia de São Vicente as visitas do Espírito santo são conhecidas como as «Domingas do Espírito Santo» e são vividas com enorme entusiasmo.

No final do dia, em diversas paróquias, têm lugar convívio com arrematação de diversos produtos.
O Espírito Santo é o padroeiro das paróquias da Calheta e do Espírito Santo, na Ilha do Porto Santo e um dos dois padroeiros do Caniço, o outro é Santo Antão.
As visitas do Espírito Santo são uma tradição que, felizmente, não se perdeu e que cada vez mais cativa pessoas das mais diversas idades.