Conselho de Juventude reúne no M-ITI e propõe “Formar para Dirigir”

/LC/

Foto: madeira.gov
Foto: madeira.gov

O Conselho de Juventude da Madeira, órgão de consulta do Secretário Regional de Educação, reuniu sábado (27 de fevereiro) pela amanhã, no Madeira Interactive Technologies Institute (M-ITI).

A presença dos conselheiros naquele espaço do Madeira Tecnopolo, teve por intuito dar-lhes a conhecer o M-ITI, primeiro através de uma intervenção de Nuno Nunes, presidente daquele instituto, depois com uma visita guiada e interação com alguns dos projetos de investigação ali desenvolvidos.

O propósito foi sensibilizar os jovens, dirigentes associativos e agentes com atuação transversal na área da juventude, para esta área de inovação científica e com grande impacto económico na Região.

Dada a ampla diversidade de campos de atuação dos conselheiros, esta iniciativa procurou proporcionar uma oportunidade de criação de sinergias, de trabalho em rede e de abertura de novas perspetivas para o desenvolvimento de projetos futuros.

A segunda metade do Conselho foi dedicada à apresentação do Programa “Formar para Dirigir – 2016”, que decorrerá entre os próximos meses de abril e junho, destinado às Associações Juvenis e Estudantis inscritas no Registo Regional do Associativismo Jovem e jovens que estejam em fase de constituição de uma associação com o apoio da DRJD.

O “Formar para Dirigir” é promovido pela Secretaria Regional de Educação, através da Direção Regional de Juventude e Desporto (DRJD) e a Associação dos Jovens Advogados da Madeira (AJAM), em parceria com a Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira (DTIM) e tem como objetivos:

– Capacitar as organizações de juventude de competências de gestão associativa em domínios chave nas áreas jurídica, contabilística-financeira, marketing e tecnológica;

– Dotar os dirigentes associativos de novas ferramentas digitais, linguísticas e de imagem, ajustadas à globalização e à sociedade do conhecimento;

– Reforçar a capacidade interventiva do associativismo juvenil junto dos jovens, parceiros público-privados e da comunidade em geral;

– Afirmar o associativismo regional como exemplo de referência na intervenção cultural, formativa, educativa e social;

– Concetualizar novas formas de ação através do aperfeiçoamento das metodologias e dos recursos existentes.

O plano de formação é constituído por 5 módulos, a saber:

Módulo 1 – Informática aplicada à Prestação de Contas (12 horas)

Módulo 2 – Office Avançado: Processamento de Texto e Folha de Cálculo (20 horas)

Módulo 3 – Comunicação em Prezi (12 horas)

Módulo 4 – Gestão de Associações Juvenis (15 horas)

Módulo 5 – Criação e Gestão de Web Site em Joomla (20 horas)

A participação é gratuita, mediante inscrição obrigatória no site da DRJD, emwww.madeira.gov.pt/drjd, a partir desta semana.

Note-se que o Conselho de Juventude afigura-se como um momento privilegiado de diálogo estruturado entre os decisores políticos e os jovens, e expressa a vontade política do Governo Regional de impulsionar medidas concretas dirigidas ao público juvenil, em diferentes âmbitos.

Os conselheiros voltarão a reunir-se em junho, no Montado do Pereiro.