Mota-Engil vende empresa de abastecimento de água ao Grupo Miyra

shari
Shari Arison, a israelo-americana que passa a gerir a Indaqua. Foto in Jornal de Negócios.

A construtora Mota-Engil informa em comunicado que acaba de vender a sua participação na Indaqua-Indústria e Gestão de Águas SA, ao Grupo Miyra, por 60 milhões de euros. Shari Arison é o rosto do Grupo Miyra que vai passar a garantir o abastecimento de água aos portugueses.

A poderosa construtora portuguesa explica a alienação, divulgada pelo Jornal de Negócios, “no âmbito da implementação da sua estratégia para a área de ambiente. A concretização da transação depende da obtenção das diversas autorizações por parte dos concedentes e financiadores e deverá estar concluída até ao final do primeiro semestre de 2016”.

A empresa Indaqua controla ou participa em 6 concessionárias de fornecimento de água, servindo 7 municípios portugueses e cerca de 600 mil habitantes. Com esta operação, a Mota Engil continua a implementar as medidas de focalização, dos recursos afetos à sua área de ambiente, no segmento de recolha e tratamento de resíduos.

O Grupo Miya e integralmente detido pelo Arison Investments e tem à sua frente uma mulher Israel-americana. A Miya implementa projetos de grande dimensão com vista ao aproveitamento eficiente da água, beneficiando as populações, a economia e o ambiente.