Piloto português Miguel Oliveira triunfa em Valência e sagra-se vice-campeão mundial de Moto3

(LC)

Miguel Oliveira Valencia 2015
EPA/KAI FOERSTERLING

O piloto português venceu o GP do Valência e sagra-se vice-campeão no campeonato do mundo de velocidade. O hino português, que antes deste ano nunca havia tocado na história do Mundial de Motociclismo, ecoou pela sexta vez esta temporada.

O piloto Miguel Oliveira (KTM) totalizou hoje no Grande Prémio da Comunidade Valenciana o seu sexto triunfo da temporada e terceiro consecutivo no Mundial de motociclismo de Moto3.

Miguel Oliveira, que já tinha ganho em Itália, Holanda, Aragão, Austrália e Malásia, precisava de vencer a prova e que o britânico Danny Kent não ficasse nos 14 primeiros para se consagrar campeão do mundo, o que não aconteceu, uma vez que o piloto da Honda ficou nono nesta última corrida.

Na classificação final, Miguel Oliveira, que vai correr em Moto2 na próxima época, terminou com 254 pontos, menos seis do que Kent, o novo campeão mundial, que chegou a ter mais 110 pontos do que o português, após a 12.ª das 18 provas do campeonato.

Miguel Oliveira em KTM
Miguel Oliveira em KTM

“Neste momento, estou a viver sentimentos mistos. Sabíamos que tínhamos poucas hipóteses, mas estou contente pela equipa e pelo incrível final de temporada”, referiu o jovem português de 20 anos no final da corrida.

“Nas últimas quatro corridas sabíamos que podíamos ser campeões. Hoje, estava a controlar a vantagem e agora sinto um grande alívio por ter conseguido o título”, reconheceu o britânico Danny Kent.

Top-5 final do Mundial de Moto3:

1.Danny Kent, 260 pontos

2. Miguel Oliveira, 254
3. Enea Bastianini, 207
4. Romano Fenati, 176
5. Niccolò Antonelli, 174