Turquia culpa Estado Islâmico pelo atentado de sábado

Depo Photos/ABACA/Press Association Images
Depo Photos/ABACA/Press Association Images

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, aponta o grupo Estado Islâmico como o principal suspeito dos atentados que mataram quase uma centena de pessoas em Ankara, no sábado.

Embora ninguém tenha reivindicado o ataque terrorista, o governo turco crê que dois bombistas suicidas causaram a explosão, que atingiu os participantes numa manifestação pacifista.

Já se realizaram os funerais de várias vítimas, com algumas das pessoas de luto a expressarem raiva contra o governo.

As vítimas eram manifestantes que pediam um fim para a violência entre as forças do governo turco e as do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Em Ankara, as pessoas estão zangadas pelo facto do governo turco não ter sido capaz de prevenir um tal ataque.