Gritos e palmas em nome do milagre urgente

igreja1

Na Rua Latino Coelho, quase na Zona Velha da cidade, as manhãs começam aos gritos. A voz do orador sobe de intensidade, os gritos da plateia sucedem-se e depois as palmas. É uma catarse diária, a partir das 09h30 de terça feira, pela mão da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Estepilha! Na rua, um transeunte comenta: “Deve ser algum terrorista que chegou com os refugiados…” O pastor do número 40 da Rua Latino Coelho esquece-se de tudo em redor, dos muitos comerciantes que formam a sua vizinhança e toca a invocar o nome de Deus para as curas do seu rebanho. Os pequenos empresários da zona primeiro estranharam mas tiveram que se resignar a tão clamorosa prece e delírio.

A semana tem um programa afixado ao público. Hoje, terça feira, é dia de “Milagre Urgente”. Já se compreende, pois, o tom arrebatado do pastor, em ação terapêutica perante pessoas com vidas problemáticas e sensíveis aos vendedores de sonhos em nome de Cristo.

igreja2