Eduardo de Jesus faz ronda por projectos empresariais de sucesso

eduardo jesus2
Fot DR

O Secretário Regional da Economia, Turismo e Cultura deslocou-se, esta manhã, à empresa madeirense AWAIBA CMOS Image Sensors, numa iniciativa que marca o arranque de outras visitas que estão a ser, neste momento, programadas, a projetos empresariais que, na Região, possam assumir-se como referências, com provas dadas no mercado regional, nacional e internacional.

Estes encontros visam, simultaneamente, conhecer, in loco, a realidade das empresas e valorizar o esforço por estas levado a cabo, quer na concretização de novas ideias e soluções, quer na progressiva internacionalização dos seus produtos.

Visam, também e sobretudo, transformar cada uma destas intervenções em exemplos que reforcem o espírito empreendedor dos nossos empresários e de cidadãos que, estando atualmente no desemprego, olhem para estes casos como uma motivação para o desenvolvimento dos seus próprios negócios, cientes de que o Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE) disponibiliza apoios e incentivos que lhes podem servir de base, assim como o Centro de Empresas e Inovação (CEIM) facilita a incubação e o respectivo lançamento.

Na ocasião, o Secretário Regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus – que se fez acompanhar, nesta visita, pelo Diretor Regional da Inovação, Valorização e Empreendedorismo, Jorge Vale e pela Presidente do Conselho de Gerência do CEIM, Patrícia Dantas de Caires – destacou a capacidade tecnológica da empresa, detentora de patentes internacionais, e sublinhou a sua expansão, aludindo ao crescimento excepcional que foi conseguido, em apenas 10 anos, tendo hoje, como principais mercados, os Estados Unidos da América e o Médio Oriente.

Tal como sublinhou Eduardo Jesus, «este é mais um exemplo de sucesso, entre os vários que temos entre nós, de pessoas que criaram uma empresa, contando com o envolvimento do CEIM. Uma empresa consolidada que hoje contribui não apenas para a sustentabilidade da nossa economia mas, também, para a afirmação da Madeira no exterior, enquanto região que aposta no conhecimento e na inovação, como bases do seu crescimento económico».

«Saber que uma empresa regional é, atualmente, reconhecida internacionalmente pela sua produção é gratificante», sublinhou o governante, acrescentando que é «ainda mais compensador constatar que, com produção em Israel e Singapura e tendo a base da sua distribuição na Alemanha, esta empresa manteve cá o seu núcleo de investigação e desenvolvimento tecnológico, empregando, atualmente, cerca de 20 quadros altamente qualificados, na sua larga maioria madeirenses, nas áreas da engenharia, informática e electrónica».

Importa sublinhar que, tal como muitas outras, a empresa AWAIBA nasceu, em 2004, com a participação do Centro de Empresas e Inovação da Madeira, atualmente sob a tutela desta Secretaria Regional. Centro que se encontra disponível para sustentar o lançamento de novos projetos empresariais empreendedores que, tal como este, se desejem afirmar no mercado.