Portefólio da Cidade: lamentos do Semeador

FullSizeRender
Autoria: José Alves

No âmbito do Portefólio da Cidade, o FN evoca, através do cartoon de José Alves, a estátua do escultor Francisco Franco, implantada no jardim da Câmara Municipal do Funchal, que dá pelo nome de “O Semeador”.

Uma peça artística que data de 1923 da chancela do escultor madeirense Francisco Franco, quando ainda residia em Paris. Tal como o destino da própria Madeira, também esta obra de arte já deu muitas voltas, tendo já semeado por diversos pontos da cidade onde as vontades políticas do momento a quiseram colocar.

Segundo o site da Câmara do Funchal, foi exposta pela primeira vez ao público em 1936, sendo colocada na Praça de Tenerife. 30 anos mais tarde, teve como destino a entrada principal da ex-Junta Geral do Funchal, na Avenida Zarco. Mas não seria o último destino. Em 1989 foi transferida para o Parque de Santa Catarina e eis que, em 2007, foi colocada no jardim da Câmara do Funchal, onde permanece.

O Semeador é metaforicamente o protótipo do que tem sido a história da cidade: sempre a querer semear um rumo seguro mas às voltas com esse mesmo rumo, entre a indefinição e a mudança. Assim, até o próprio Semeador até se cansa.