PS/M dinamiza jornadas parlamentares sobre política solidária

jornadas ps
Ricardo Fabrício, Carlos Pereira e Padre José Luís Rodrigues pugnam pela coesão social. Foto: DR

Os socialistas madeirenses estão a promover, hoje e amanhã, as jornadas parlamentares, no Hotel Vidamar.

Na abertura das jornadas, o líder parlamentar e presidente do PS/M abordou as questões sociais como temática central deste evento: “A conjuntura atual, fortemente instável, tem conduzido à reformulação das políticas sociais. Neste seguimento, o PS-M considera pertinente, o debate, relativamente aos riscos para o equilíbrio social, gerados pelas disfunções e desigualdades intoleráveis, provenientes da atual crise económica”.

“Política Solidária” é o tema central das jornadas que “visam, reunir diversas associações e instituições particulares de solidariedade social e Santas Casas da Misericórdia, no sentido de conhecer a perspetiva e trabalho desenvolvido de quem lida diretamente com as dificuldades das populações, bem como debater o modo como estas entidades têm de se ajustar perante o novo contexto económico e social. Quanto menos solidário e menos propiciador de autonomia financeira um Estado for, maior necessidade de estruturas de solidariedade social serão necessárias. A autonomia e segurança obtêm-se com emprego estável e salários adequados, essencialmente. Por outro lado, o Estado não se pode demitir das suas funções e abrir mão das suas responsabilidades em relação aos cidadãos mais carentes e socialmente mais frágeis”.

Um dos objetivos do evento é ainda, segundo Carlos Pereira, “encontrar soluções inovadoras, que permitam combater as dificuldades das populações mais carenciadas, fomentando o equilíbrio entre a assistência das instituições de solidariedade e a promoção de novas políticas, que vão ao encontro das necessidades”.

Durante este sábado, as jornadas do PS/M prosseguem, desta feita com dois painéis: as IPSS e as Associações de Solidariedade Social e as Misericórdias.