Centro Dolce Vita vendido a investidores nacionais e pode mudar de nome

* Com Rui Marote

SONY DSC
Fotos Rui Marote

O Centro Comercial Dolce Vita, no Funchal, mudou de proprietário. O Funchal Notícias apurou que a detentora do negócio, os espanhóis da Casa Chamartin, venderam-no à ECS/Capital, uma sociedade nacional gestora de fundos de capital de risco e de reestruturação, maioriatariamente detida por investidores bancários.

O negócio já foi formalizado, a exemplo do que já aconteceu com outros centros Dolce Vita no país, como é o caso do Dolce Vita Tejo. Segundo apurámos junto de fonte nacional da empresa, os investimentos da Casa Chamartin via centros comerciais não obtiveram a rentabilidade esperada e, conjugado com problemas económicos, motivaram a venda.

Agora nas mãos do ECS/Capital, tudo indica que o Centro Comercial mudará também de nome a 9 de julho corrente, deixando de estar associado a Dolce Vita. Um dado que não conseguimos confirmar junto da empresa.

O responsável pelo Centro na Madeira, Roberto Xavier, passou a integrar os quadros da nova empresa, gerindo o centro no Tejo. Na Madeira, o eng. Aires, até agora número 2 da administração regional, passa a gerir o negócio.

Segundo a informação institucional da nova empresa, fica-se a saber que a ECS/Capital foi “fundada em 2006, sendo uma sociedade gestora de fundos de capital de risco e de restruturação.A missão da ECS é realizar o potencial das participadas dos fundos que gere, em parceria com as equipas de gestão e stakeholders, com o objectivo de atingir  retornos sustentáveis a longo prazo. Os fundos geridos pela ECS originam, estruturam e executam investimentos em empresas com elevado potencial de crescimento e participam na restruturação de empresas com potencial económico a longo prazo”.

Já o Centro Comercial Dolce Vita Funchal, foi inaugurado em outubro de 2007 e disponibiliza dezenas de  lojas distribuídas por 3 pisos, em cerca de 15.968 metros quadrados. Integra um hipermercado Pingo Doce e inúmeras marcas de referência como Massimo Dutti, Cortefiel, Mango, Sportzone, ou Worten, entre outras.
Em 2008, o centro comercial foi eleito “Melhor Empreendimento do Ano – Comércio” pelos Óscares do Imobiliário.

SONY DSC
SONY DSC