Videasta ucraniano realiza filme na Madeira

Imagem retirada da página pessoal do facebook
Imagem retirada da página pessoal do facebook

Luís Rocha (com António Freitas)

O autor de um dos mais populares vídeos sobre Portugal nos últimos anos esteve recentemente na Madeira. Kirill Neiezhmakov visitou a ilha em Maio, e essa visita poderá tornar-se numa enorme mais-valia para o turismo da Região. A afirmação pode parecer despropositada, mas não o é. Acontece que Kirill Neiezhmakov, um ilustre desconhecido para muitos, é o autor de um vídeo sobre Lisboa e Sesimbra que, em menos de oito dias, já tinha obtido 8 mil visualizações no Youtube e 125 mil no Vimeo. Uma demonstração das técnicas de vídeo que resultam espectacularmente nas redes sociais, onde a partilha de imagens e filmes atinge rapidamente um efeito multiplicador.

Actualmente, o vídeo ‘Portugal Timelapse/Hyperlapse (Lisboa and Sesimbra)’, cujas imagens decorrem ao som de ‘World Looking In’, de Morcheeba, conta já com quase 264 mil visualizações no Youtube. Kirill conta, no seu currículo, com outros vídeos realizados em locais tão díspares como Moscovo ou Emirados Árabes Unidos, também com imensas visualizações.

Vive em Carcóvia, na Ucrânia,  é ucraniano e apaixonado por viagens. E pelas potencialidades que lhe oferecem as novas tecnologias da informação. Nestas, demonstra uma habilidade considerável.

Para os leigos, esclareça-se que a fotografia time-lapse é, de certa forma, o processo contrário à fotografia de alta velocidade: regista fotogramas intervalados por tempo considerável mas que, vistos em sequência e a uma velocidade normal, tornam evidentes processos que só ocorrem lentamente e não são facilmente apercebíveis por nós. Por exemplo, as mudanças que ocorrem no céu ao longo de todo um dia, ou mesmo o processo de decomposição da matéria orgânica na natureza… é uma técnica que nos permite olhar para o que nos rodeia com outros olhos e ver transformações de uma maneira célere e muito interessante.

Já o Hyperlapse, que Kirill Neiezhmakov utiliza paralelamente ao time-lapse, é uma técnica cinemática de movimentação de câmara, que vai progressivamente alterando a perspectiva. O resultado da conjugação destas duas técnicas é notável, como pode ver nos links que lhe proporcionamos.

Imagem retirada da página pessoal do facebook
Imagem retirada da página pessoal do facebook

Em entrevista ao Funchal Notícias, Kirill explicou que veio à Madeira porque a sua esposa queria relaxar um pouco, depois de um projecto que o mesmo esteve a realizar no Porto. Não se tratou, pois, de um viagem de trabalho – mas ao mesmo tempo, o ucraniano viajante aproveitou algum tempo para realizar filmagens de algumas paisagens visualmente apelativas. O nosso interlocutor confirmou que a realização de um pequeno filme em timelapse-hyperlapse sobre a Madeira está, portanto, nos seus planos. Não tem ainda uma data definida, porém, para a sua concretização: “Não sei ainda quando estará pronto, mas acabá-lo-ei este Verão”, promete.

O impacto de uma tal divulgação no turismo local pode ser apreciável. Hoje em dia, as redes sociais são gigantescos espaços de partilha de imagens e de recomendação de destinos turísticos. E Kirill já mostrou o que é capaz de fazer neste campo. Confessa que apreciou as belíssimas vistas, o bom tempo e a tranquilidade de que gozou em férias entre nós. Inquirido sobre o que recomendaria a um viajante estrangeiro, declarou, sem dúvidas: “Alugar um carro e viajar pela Madeira, descobrindo os locais interessantes por si próprio”. Foi isso mesmo que ele próprio fez.

Não sabe exactamente quando voltará, mas deixa claro que, se for convidado pela Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura a realizar um vídeo promocional, pode regressar em qualquer ocasião, desde que esteja livre de outros projectos. Também está aberto a convites para ministrar seminários sobre as técnicas cinemáticas que utiliza. “Geralmente, quatro ou cinco dias chegam”, explica.

Kiriil Neiezhmakov só passou três dias na Madeira nestas suas curtas férias. Seria do interesse do turismo regional proporcionar-lhe oportunidade de voltar, já em trabalho. Na aldeia global, o efeito promocional dos vídeos que se podem ver nos computadores pessoais é imenso.

Canal Youtube
Canal Vimeo

CLAPWAY
Facebook
G+
VK