Luzes contestadas de Paulo David no top 5 de prémio ibérico

O projeto de iluminação do Cais do Funchal, intitulado “Catedral de Luz”, da autoria de Paulo David com João Almeida, foi selecionado para constar da lista dos Prémios FAD 2015, na categoria “Cidade e Paisagem”, prémios que têm distinguido, anualmente, as melhores obras de arquitetura de Barcelona, da Catalunha e da Península Ibérica.

Segundo uma nota hoje emitida pela Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, embora promovido pela anterior Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes, este projeto fez parte da iluminação que integrou as festas de Natal e fim-de-ano 2014/2015.

Foram apresentadas, a esta edição dos FAD, 458 obras, das quais 383 foram selecionadas para um primeiro contacto com o júri. Neste universo, 34 obras faziam parte da categoria de “Cidade e Paisagem”, precisamente aquela em que a iluminação do Cais do Funchal foi considerada.

Destes 34 projetos, passaram a finalistas apenas 5, tendo sido finalmente selecionadas 2 obras para apreciação final. Neste processo de avaliação, importa dizer que o projeto “Catedral de Luz” manteve-se e fez parte do top 5.

Estes prémios, instituídos em 1958 como prémios FAD de arquitetura e interiores, visam reconhecer as melhores obras da arquitetura contemporânea. São dos prémios mais antigos da Europa e dos mais prestigiantes.