“Velha guarda” na rua para defender direitos ameaçados do povo

image3
Em Maio, a luta do SPM contra o desemprego docente. Fotos: Jackeline Vieira

As várias organizações sindicais saíram está tarde à rua para lembrar que Maio se justifica sempre porque os direitos dos trabalhadores estão em risco. Ontem, a luta justificava-se para manter as árduas conquistas de Abril. Hoje, curiosamente, após a idade adulta da Democracia, os direitos alcançados foram hipotecados e o direito ao trabalho é cada vez mais um desejo da Constituição.

image3
A festa no Jardim Municipal.

image2Tudo se faz para diminuir aqui e além conquistas históricas. Foi com este grito de ordem – o direito ao trabalho – que a manifestação se fez sentir no centro da cidade do Funchal, com dirigentes históricos do panorama sindical, da direita à esquerda, porque os direitos do trabalhador não tem cor política.

image1