Câmara de Lobos instala Comissão Municipal de Protecção Civil

 

comissao protecao civil camara de lobos

O Município de Câmara de Lobos, no âmbito da atividade de proteção civil, realizou no passado dia 27 a primeira reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil, no quartel da AHBVCL – Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos, pelas 15:00.

Na reunião de instalação da CMPC – Comissão Municipal de Proteção Civil tomaram posse os membros indicados pelas entidades, organismos e agentes de proteção civil que intervêm nas atividades de proteção civil do município.

A ordem de trabalhos contemplou a análise e deliberação sobre dos seguintes assuntos:

·  Aprovação do projeto de regimento da Comissão Municipal de Proteção Civil, cujas reuniões terão uma periodicidade semestral, para abordar temas relacionados com a atividade de proteção civil municipal e terá como sede o quartel dos Bombeiros da AHBVCL;

· Acionar o processo de elaboração do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil;

· Aprovação da proposta de criação da ULPC – Unidade Local de Proteção Civil do Curral das Freiras, a ser instalada nas antigas instalações da EB1/PE do Curral das Freiras, atualmente desativada.

Esta ULPC afigura-se como uma estrutura de proteção civil, à escala da freguesia, que promove a otimização da operacionalidade associada ao mecanismo local de prevenção e resposta, sobretudo no acompanhamento das ações e procedimentos referentes ao processo de planeamento e gestão da emergência, dotando a freguesia de infraestruturas e/ou equipamentos e promovendo a formação dos seus elementos – em regime de voluntariado -, contribuindo para a atenuação da vulnerabilidade da população.

Em articulação com o Serviço Municipal de Proteção Civil, a ULPC colaborará na identificação de riscos e ameaças, na sensibilização e consciencialização da população, e na inventariação dos meios e recursos necessários ao processo de planeamento e gestão de emergência, bem como à intervenção no teatro de operações.

A implementação desta sub-estrutura, que será enquadrada no sistema municipal de proteção civil, adquire uma importância estratégica nas políticas locais de ordenamento do território e de segurança e proteção civil, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e harmonioso do Concelho.

No concelho de Câmara de Lobos, a manifestação de processos de perigosidade com potencial destrutivo apresenta, predominantemente, uma distribuição espácio-temporal circunscrita à “bacia de risco” do Curral das Freiras (freguesia), devido à existência de um conjunto de constrangimentos associados ao quadro geográfico, particularmente a diversidade de fatores biofísicos desencadeantes (morfologia, declives, etc.) e distúrbios antrópicos que potenciam o agravamento da magnitude e, consequentemente, da severidade dos fenómenos, promovendo a intensificação do grau de vulnerabilidade e exposição da população.