Capela do Corpo Santo centra comemorações do Dia Mundial dos Museus

corpo santo

A Direcção Regional dos Assuntos Culturais, através da Direcção de Serviços de Museus e Património Cultural, da Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes, comemora o Dia 18 de Abril, dia Internacional dos Monumentos e Sítios, este ano sobre o tema: Monumentos e Sítios: Conhecer, Explorar, Partilhar. Esta temática foi estabelecida pelo ICOMOS Internacional (Unesco), que este ano celebra cinco décadas de existência.

As comemorações centrar-se-ão na Capela do Corpo Santo, núcleo histórico de Santa Maria, que tem vindo ao longo do corrente ano sido alvo de obras de conservação e restauro.

De acordo com a DRAC. foram intervencionadas cinco pinturas atribuíveis aos séculos XVI e XVII e duas esculturas, do século XVII, para além de obras de manutenção arquitectónica e intervenção no portal.

Serão realizadas visitas guiadas à Capela, considerada estruturante na malha urbana do primitivo núcleo histórico da cidade.
No dia 17 de Abril, sexta-feira, pelas 11h da manhã, será realizada uma visita, orientada pelo museólogo Francisco Clode de Sousa. No dia 18 de Abril serão realizadas três visitas. Pelas 11h, a visita será orientada por Cora Teixeira; às 15h, por Rita Rodrigues; e às 17.30h. por Filipe Bettencourt. As visitas terão uma duração média de 45 minutos.

Poderão ser feitas inscrições para o e-mail luisamanuelasilva.srt@gov-madeira.pt, até 15 de Abril.

Estará disponível o novo guia bilingue, Português-Inglês da Capela, realizado pela Direcção de Serviços em 2014.

Recorde-se que já em meados de Fevereiro Teresa Florença escrevia no Funchal Notícias sobre as intervenções realizadas na Capela do Corpo Santo, desvendando que três das pinturas restauradas são atribuídas ao círculo do grande pintor maneirista Fernão Gomes: São Lourenço, Nossa Senhora da Estrela com São Cosme e Damião e São Pedro Gonçalves Telmo, padroeiro da referida capela.

“As peças estavam a necessitar de restauro e são atribuídas a um importante pintor, pouco conhecido no contexto da arte portuguesa”, explicava então Francisco Clode, diretor de Serviços de Museus e Património Cultural.

“Fernão Gomes (1548-1612), pintor da corte de Filipe II, efetuou por encomenda, vários trabalhos para Madeira. A sua obra mais conhecida é o retrato de Luís de Camões, pintado em vida, mas da qual só se conhece a cópia executada por Luís de Resende. A recuperação das peças da Capela do Corpo Santo está a ser efetuada pelo Atelier Isopo. No que diz respeito às pinturas serão realizadas diversas intervenções, nomeadamente a consolidação das madeiras, a fixação da policromia e limpeza de vernizes”, escrevia então Teresa Florença.