Projecto ‘Energy 4 Life’ previne toxicodependências

toxicodependência
Os técnicos da UCAD e o grupo de formandos da acção de formação “Prevenir para Agir”. Foto DR

Chama-se ‘Energy 4 Life’ e é um projecto de prevenção das toxicodependências promovido pelo Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais, através da Unidade Operacional de Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências (UCAD).

A ideia é, através da educação não formal, fazer com que jovens, com idades compreendidas entre os 12 e os 22 anos, residentes em 5 diferentes Instituições de diferentes concelhos da RAM, adoptem comportamentos sociais saudáveis.

O projecto “Energy 4 Life” tem como objectivo principal prevenir o consumo de substâncias psicoactivas junto desses jovens.

Para tal, cinco instituições deram a mãos. A saber, o Centro Social e Paroquial da Santíssima Trindade da Tabua, a Fundação Aldeia da Paz (Machico), as Residências de Autonomização “Um passo para o futuro”, a Fundação Patronato de São Filipe e o Abrigo Infantil da Nossa Senhora da Conceição (Funchal).

Inserido neste projecto, decorreu na tarde do passado sábado, 21 de Fevereiro, um Peddy Paper na Vila da Ribeira Brava, organizado pelo Centro Social e Paroquial da Santíssima Trindade da Tabua, que juntou 35 jovens das 5 Instituições, em prol um objectivo comum: estimular comportamentos positivos, livres do consumo de tabaco, álcool e outras drogas.

Paralelamente, a UCAD desenvolveu também este mês, uma acção de formação designada “Prevenir para Agir”, dirigida aos técnicos, educadores e auxiliares de acção directa das referidas instituições.

O objectivo desta acção de formação, que contou com 19 participantes, foi de aprofundar conhecimentos ao nível da prevenção das toxicodependências, transmitir conhecimentos sobre os factores de risco e de protecção relacionados com o consumo de drogas, informar sobre as substâncias lícitas e ilícitas, desmistificar crenças/mitos em relação aos consumos e dar a conhecer metodologias ao nível da prevenção das toxicodependências.

Pretende-se posteriormente que os técnicos apliquem um Programa de Prevenção dirigido aos jovens em cada uma das instituições.

A formação teve uma duração de 21 horas e decorreu no Centro de Juventude da Quinta da Ribeira no Funchal, através da parceria com a Direcção Regional da Juventude e Desporto.

Até ao final de 2015 serão proporcionadas experiências diversificadas aos jovens, fomentando a reflexão e partilha de pensamentos e emoções, facilitando a proximidade aos jovens e proporcionando a abordagem de assuntos do seu interesse, como as saídas à noite, o consumo de drogas e outros comportamentos de risco como as experimentações, a pressão do grupo de pares, as decisões e escolhas, entre outros temas de interesse.