SPEA: Os papagaios-do-mar a dar à costa, o que fazer?

Nas últimas semanas, tem dado à costa um número inusitado de papagaios-do-mar, a maioria mortos, sobretudo na zona de Peniche (Porto Santo). Se encontrar estas aves ainda com vida, contacte de imediato as autoridades. Caso encontre aves mortas na costa (seja de que espécie for), por favor preencha o nosso formulário online – e no caso dos papagaios-do-mar, se puder incluir no formulário uma fotografia do bico de cada papagaio-do-mar que encontrar, essa informação irá ajudar-nos a estimar quais as classes etárias mais afetadas.

 

Desde o dia 13 de janeiro, recebemos já através deste formulário o relato do arrojamento de 211 papagaios-do-mar e 67 tordas-mergulheiras, um pouco por toda a costa continental, mas com especial incidência entre Peniche e Torres Vedras. Queremos agradecer a todos os que partilharam connosco as suas observações. Estes dados serão de grande utilidade para podermos compreender melhor as causas e consequências deste tipo de arrojamentos em massa. Pedimos que continuem a submeter observações de aves arrojadas, inclusivamente as observações que tenham sido feitas há alguns dias atrás, pois continuarão a ser úteis.

 

Ave viva (mas debilitada ou ferida) – contacte:

 

Ave morta que deu à costa:

Preencha o formulário, incluindo (se possível) foto do bico se for um papagaio do mar