Equipas técnicas da PSP-Madeira bem classificadas a nível nacional

A Polícia madeirense obteve a melhor classificação no passado dia 29 de Novembro, no 14.º Fórum de Polícia Técnica e Ciência Forense organizado pelo Departamento de Investigação Criminal da Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública, realizado em formato online.

No evento participaram representantes, peritos e técnicos de Polícia Técnica Forense de todas as 20 Unidades/Secções de Polícia Técnica e Forense da PSP.

O referido fórum, realizado anualmente, está devidamente consolidado e visa apresentar e analisar os dados estatísticos do trabalho desenvolvido no ano anterior pelas 20 Unidades/Secções de Polícia Técnica e Forense, bem como promover uma partilha de boas práticas e conhecimentos técnico-científicos entre os especialistas, e ainda apresentar e delinear os objectivos para os anos seguintes.

Os técnicos/peritos das Unidades/Secções de Polícia Técnica e Forense da Polícia de Segurança Pública são Polícias com formação especifica na área da inspecção judiciária nos diversos cenários de crime, bem como na análise / perícia dos diversos vestígios recolhidos e que contribuem para que os autores dos diversos crimes sejam responsabilizados em sede de julgamento pelos actos praticados, explica a PSP.

Da análise do trabalho desenvolvido pelos cinco técnicos/peritos lofoscópicos da Secção de Polícia Técnica Forense (S.P.T.F.) do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública ao longo do ano 2021 verificou-se que essa secção obteve o melhor resultado nacional na vertente inspecções judiciárias realizadas aos locais de cenário de crime, tendo em consideração o número total de indivíduos identificados na sequência dos vestígios recolhidos.

Este é o 6.º ano consecutivo que a SPTF do Comando Regional da Madeira obtém o melhor desempenho nacional, sendo de realçar que nos 14 anos de existência destes fóruns a SPTF do Comando Regional Madeira obteve o melhor desempenho em nove ocasiões, refere o Comando regional.

O empenho e abnegação demonstrada pelos Polícias da SPTF do Comando Regional da Madeira aquando da realização das respectivas inspeções judiciárias nos cenários de crime na Região Autónoma da Madeira contribuiu decisivamente para que em 2021, 109 (cento e nove) suspeitos fossem identificados através dos indícios/vestígios recolhidos nos diversos locais de crime examinados nesta Região, garante a PSP.

O trabalho técnico-científico desenvolvido permitiu que através da prova pericial obtida as Autoridades Judiciárias pudessem aplicar ainda na fase de inquérito inúmeras medidas de coacção, algumas das quais privativas da liberdade, e em sede de julgamento permitiu ao julgador alicerçar a sua decisão em prova com um valor probatório superior.