Presidente da ALRAM defende mais promoção e educação para a saúde

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira declarou hoje, “que mais do que tratar da doença, o foco das políticas públicas deve estar virado para os cuidados a ter com a saúde”, defendendo por isso um reforço na promoção e na educação para a saúde.

As declarações foram proferidas na sessão de abertura das “5as Jornadas das Jornadas de Patologia Respiratória e Imunoalergologia para Medicina Familiar”, refere uma nota da ALRAM.

Perante uma plateia de médicos, José Manuel Rodrigues fez a apologia de que a mudança de atitudes passa por “uma verdadeira Educação para a Saúde”. “Já demos passos significativos nas últimas décadas, mas estamos longe de ter uma boa ou sequer literacia para a saúde, e sobretudo não temos cidadãos com a consciência de que são os primeiros responsáveis pela sua saúde”, declarou.

“O cidadão tem de ter a plena consciência de que o seu estilo de vida, os seus hábitos e comportamentos dependem em grande parte a sua saúde. E tem de saber, também, que os seus erros e omissões custam dinheiro dos impostos de todos. É esta cultura de prevenção e de responsabilidade que precisamos de instalar na comunidade”, insistiu.

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira vincou, ainda, ser preciso mais médicos de família.

“A segunda questão, para a qual sei que o Governo Regional está a trabalhar, é a urgência em aumentar o número de médicos de família, dotando cada pessoa de um clínico geral que a possa ajudar nas diversas fases da sua vida, numa medicina preventiva que promova estilos de vida saudáveis, evite doenças e consiga detetar, precocemente, algumas patologias”.

“A terceira nota, à qual também sei que o Governo está atento, é para constatar a absoluta necessidade de reforçar os cuidados primários de saúde, dotando os centros de outras condições e meios, por forma a que a porta de entrada nos sistemas de saúde deixe de ser a urgência hospitalar, situação que satura as equipas, os profissionais e as estruturas, para além de acarretar elevados encargos orçamentais”, concluiu José Manuel Rodrigues.

As “5as Jornadas das Jornadas de Patologia Respiratória e Imunoalergologia para Medicina Familiar” vão abordar os principais aspetos da Patologia Respiratória e da Imunoalargologia e servem para actualização de conhecimentos dos médicos de Medicina Geral e Familiar da Madeira e do Continente, que se deslocaram à Região para participar no encontro.

O encontro dos médicos especialistas em tratamento e prevenção das doenças respiratórias, alérgicas e das doenças que comprometem o sistema imunitário decorre hoje e amanhã, no Hotel Vidamar Madeira, no Funchal.