Parlamento regional reduz iluminação do edifício para poupar energia

O parlamento regional anunciou que, desde o passado dia 12 de Outubro, a iluminação exterior do edifício foi reduzida durante a noite. O corte energético acontece entre 01h00 e as 06h00, permitindo assim uma poupança energética de 5 horas, refere-se numa nota à Imprensa.

As únicas excepções, refere-se, são as bandeiras e a capela de Santo António da Mouraria, que depende da iluminação pública.

As medidas adoptadas pelo parlamento madeirense acompanham a tendência nacional e mundial de redução do consumo de energia eléctrica, para minimizar o impacto da crise do gás, verificada na Europa.

A Assembleia Legislativa da Madeira já tinha reduzido os horários dos sistemas de ar condicionado, assim como as respectivas temperaturas, que de Inverno são de 20ºC, de máxima, e de verão de 24ºC, de mínima.

A iluminação também está a ser desligada em todos os espaços que não estão a ser utilizados pelos diferentes serviços parlamentares.

O plano de poupança de energia do Parlamento madeirense inclui, ainda, a substituição gradual da iluminação de halogéneo por sistemas LED, refere-se.

E consta no mesmo, a curto prazo, a instalação de painéis fotovoltaicos, como forma de reduzir a factura energética e de contribuir para uma melhor qualidade ambiental.