Rali Vinho da Madeira em 17 classificativas entre 4 e 6 de Agosto

A 63ª edição do Rali Vinho da Madeira, que marca o regresso à normalidade da organização do Club Sports da Madeira, mantém o esforço dos seus promotores na grande competitividade do evento.

José Paulo Fontes, presidente da comissão organizadora, destacou “o prestígio da prova, que permite enfrentar novos desafios, nomeadamente o regresso ao Campeonato da Europa, mas tudo depende dos apoios. O rali, actualmente no FIA Iberian Rally Trophy, mantém-se como veículo promocional e importante montra para as marcas que o suportam”, refere uma nota.

O próximo Rali Vinho da Madeira será disputado em 17 classificativas entre os dias 4 e 6 de Agosto.

No primeiro dia de competição terão lugar o Qualifying, Shakedown e ainda o primeiro troço cronometrado, a sempre muito aplaudida prova na Avenida do Mar, que regressa ao programa. A cerimónia de partida acontecerá na Praça do Povo, praça que também receberá a cerimónia de entrega de prémios.

Já na sexta-feira, 5 de Agosto, será feita ronda dupla pelo Campo de Golfe, com um percurso alterado, e Palheiro Ferreiro, que volta a incluir a evolução pelo emblemático Chão da Lagoa.

À tarde será cumprida uma dupla passagem por Boaventura, agora com ida ao centro do Arco de São Jorge, e Cidade de Santana, cujo traçado não inclui alterações de monta. As secções voltam a ser intercaladas por parques de assistência, uma vez mais na Avenida Sá Carneiro.

No sábado, e último dia de prova, a caravana percorrerá em duas ocasiões as provas especiais de Câmara de Lobos, Ponta do Sol, Ponta do Pargo e Rosário.

Os parques de partida e fechados terão como cenário o Largo do Município, no Funchal, na sequência da intenção em concentrar o rali no centro da cidade. Nesse sentido, também o centro operacional volta à Avenida Arriaga, agora nas instalações da Escola Profissional Atlântico.