Calado diz que a CMF ajudará na recuperação da escola cedida ao 1º de Maio

O edil funchalense esteve hoje na assinatura do protocolo de cedência da antiga Escola do Palheiro de Ferreiro ao Clube 1.º de Maio. O protocolo foi assinado entre a direcção do Clube e o secretário regional das Finanças, Rogério Gouveia.

A cedência das instalações da escola, entretanto desactivada, foi um compromisso assumido por Pedro Calado, a 1 de Maio de 2021, quando ainda era vice-presidente do Governo Regional.

Calado disse que a promessa agora concretizada deve-se também ao empenho do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, que também marcou presença na cerimónia.

Salientando o cariz social do projeto de educação, formação dos  jovens e de apoio aos mais velhos na freguesia de São Gonçalo, o presidente da autarquia assumiu o compromisso de ajudar a recuperar o edifício, mas também pediu à direcção do clube que incentive as empresas locais, os atletas e todos na recuperação positiva das infraestruturas, tornando–as mais dignas e próprias para ajudar a formação dos jovens.

A antiga escola é constituída por dois pisos. O prazo da presente cedência de instalações é de 5 anos, sendo possível prorrogar por períodos de 5 anos até ao prazo máximo de 30 anos.

O destino a dar ao imóvel fundamenta-se no desenvolvimento de actividades de carácter social e na promoção da actividade física e desportiva.