Administrador da Frente Mar foi ameaçado com arma de fogo

A indignação em relação ao que foi prometido para a Frente Mar Funchal (manutenção dos postos de trabalho) e o que está a acontecer (despedimentos em perspectiva) subiu hoje de tom, conforme dão conta os dois jornais diários, DN e JM, que confirmaram hoje que o administrador nomeado por Pedro Calado para a empresa municipal foi hoje ameaçado com uma arma de fogo.

Segundo é referido, um funcionário da empresa municipal ameaçado de despedimento ter-se-á aproximado do administrador Rui Cortez com uma arma, e efectuado um disparo de pólvora seca… prometendo que para a próxima vez, será com munição real. O administrador, depois do susto, queixou-se à Polícia.