Iniciativa Liberal diz que continuará a trabalhar para merecer a confiança dos eleitores

O partido “Iniciativa Liberal” reuniu este fim-de-semana os seus membros e candidatos para avaliação dos resultados eleitorais. As suas conclusões são as seguintes:

  • “A IL apresentou-se pela primeira vez a eleições Autárquicas, concorrendo a 5 dos 11 Concelhos da Madeira, o que apenas foi superado por outros 4 partidos, todos eles partidos fundadores da nossa democracia.
  • A IL manifestou satisfação pelo bom desempenho dos candidatos e pelas mensagens políticas produzidas, na Internet, nos cartazes, nos manifestos e nos debates.
  • A IL debateu os constrangimentos da pré-campanha e campanha, nomeadamente financeiros, e da desigual cobertura entre candidaturas pelos órgãos de comunicação social, e dos impactos que isso tem na qualidade da nossa democracia.
  • Apesar das eleições autárquicas aglomerarem muitos contextos eleitorais distintos, quando comparado Concelho a Concelho com os resultados das eleições Regionais de 2019, constatamos que a IL, no mínimo, duplicou a votação (Santa Cruz x2.2, Funchal x2.4, Ponta do Sol x3.5, Machico x7.2) e no caso de São Vicente, em que obteve 12,9% (AM), conseguiu o melhor resultado da IL em Portugal.
  • Desses resultados resultaram a eleição de 2 elementos para a Assembleia Municipal de São Vicente e um nas Assembleias de Freguesia da Boaventura e São Vicente.
  • Apesar dos resultados serem comparativamente muito positivos, a avaliação dos resultados faz-se também face à nossa ambição e não apenas face aos resultados do passado ou aos meios disponíveis para concretizar as campanhas. Assim, concluímos termos ficado aquém dos objetivos ambicionados, e em nossa opinião merecidos, para os quais empenhadamente nos esforçamos durante mais de meio ano.
  • A IL continuará a trabalhar para poder merecer a confiança dos eleitores na implementação do seu projeto político liberal, sendo o próximo passo a realização de eleições no núcleo da Madeira, marcadas por unanimidade para o próximo 13 de novembro, cumprindo os prazos normais e estatutários dos mandatos”.