Pedro Ramos continua a apresentar novas médicas para centros de saúde

Pedro Ramos continua muito atarefado a apresentar novas médicas para os diversos centros de saúde da Região. As mesmas têm curiosamente surgido em grande quantidade nos últimos tempos. Desta feita, são duas novas médicas que integrarão a equipa do Centro de Saúde do Jardim da Serra.

As duas novas médicas especialistas em medicina geral e familiar chamam-se Rebeca Rodrigues e Tatiana Neves.

“Rebeca Rodrigues, de 31 anos, terminou a sua especialidade em medicina geral e familiar este ano e é, desde o dia 12 de Agosto, um importante reforço médico no Centro de Saúde do Jardim da Serra, onde assumiu a lista de utentes da médica de família, Cátia Gonçalves, actualmente a desempenhar funções no Centro de Saúde de Câmara de Lobos”, refere uma nota de imprensa.

“A nova especialista é residente no Funchal, e apresenta-se muito satisfeita por estar a trabalhar na sua ilha, no novo local de trabalho. “Está a ser um projeto muito desafiante”, disse, citada pela Secretaria Regional da Saúde.

Para a médica de família, trabalhar num centro de saúde da periferia não é um obstáculo, até pelo contrário, destaca a acessibilidade como um ponto forte e que ainda será melhorado com a via expresso que está a ser construída até ao Jardim da Serra, insiste a propósito o comunicado do governo.

A equipa de saúde do Centro de Saúde do Jardim da Serra foi também reforçada, desde o dia 1 de setembro, com a entrada da nova especialista em medicina geral e familiar, Tatiana Neves.

A médica recém-formada, de 31 anos, natural de Câmara de Lobos, assumiu a lista de utentes da anterior médica de família, Ana Pita, que por motivos de mudança de local de trabalho deixou de exercer funções no Jardim da Serra. A seu cargo ficou o acompanhamento a uma população maioritariamente idosa, mas também a algumas grávidas e crianças.

Tatiana Neves, segundo a SRSPC, também está “muito satisfeita com as funções que assume” e com o novo local de trabalho.

Com experiência formativa realizada no Centro de Saúde de Santo António, no Funchal, Tatiana Neves, acredita que no Jardim da Serra, por ser um meio mais pequeno, será possível estar mais próxima da população para atender às suas necessidades. “Gosto da proximidade à população e considerei que no Centro de Saúde do Jardim da Serra seria possível estar mais próximo das pessoas e servir a comunidade”, diz, citada pela nota enviada pelo Governo Regional às Redacções.