IL na Ponta do Sol critica projecto da aquacultura mas diz que Célia Pessegueiro concordou

A candidatura da Iniciativa Liberal ao concelho da Ponta do Sol (no dia 17/09/2021) concentrou a sua actividade de campanha na freguesia da Madalena do Mar. Aires Pedro referiu que os ponta-solenses que ali moram desaprovam veementemente a colocação das jaulas de aquacultura na frente mar da Vila da Ponta do Sol e Sítio dos Anjos.

Trata-se de um projecto que foi aprovado pelo PSD (Eng. Rui Marques, quando era presidente de
Câmara, e Gualberto Fernandes presidente da Assembleia Municipal) e com o qual Célia
Pessegueiro concordou (quando era vereadora na oposição), assegura a IL.

Quanto aos pequenos comerciantes e o sector da restauração reclamam das “taxas e taxinhas” que muitas vezes são aplicadas pelo Município. Uma das propostas discutidas com os habitantes da Madalena do Mar e que foi bem aceite (presente no Manifesto Eleitoral que pode ser consultado no link https://bityli.com/AOO3s) é a criação do Provedor do Munícipe (nomeando pessoa idónea pela Assembleia Municipal) o qual ficará responsável pela recepção das queixas dos munícipes, devendo endereçá-las e fazendo as respectivas recomendações à presidência da Câmara, servindo de intermediário entre os munícipes e os serviços camarários em caso de divergência de modo a não potenciar conflitos.

Aires Pedro (candidato da IL à Câmara Municipal) refere ainda que ainda não houve resposta desde que foi lançado o desafio ao candidato do PSD/CDS à Câmara Municipal, Gualberto Fernandes, para vir publicamente dizer se “concorda ou discorda” da actuação de Rui Marques, quando liderou os destinos do concelho, que aprovou obras sem considerar os pareceres técnicos camarários e que actualmente os processos se encontram em investigação.

“Sr. Gualberto Fernandes, os Ponta-solenses, em nome da transparência, exigem resposta” finaliza Aires Pedro no comunicado enviado às Redacções.