Raimundo Silva quer reforçar apoios aos agentes culturais e aposta na dinamização do Centro de Ciência Viva

“É fundamental que o Centro de Ciência Viva ganhe outra dinâmica e cumpra a missão para a qual foi projetado, acolhendo Exposições, divulgando o nosso património natural e assumindo uma atividade muito mais proativa no que toca à formação, preservação e divulgação da nossa identidade e esse é um trabalho a que nos propomos, em conjunto com as Associações e Agentes Culturais, a quem iremos dar mais meios e novas condições de trabalho” garante o candidato pela coligação PSD/CDS à Câmara Municipal do Porto Moniz, Raimundo Silva, que defende uma maior valorização da cultura e das tradições do seu concelho.

Um trabalho que, reforça, “o atual Executivo prometeu e não cumpriu, concretamente no que toca à dinamização do Centro de Ciência Viva, hoje subaproveitado naquelas que são as suas potencialidades”.

Raimundo Silva que, ainda no que respeita à cultura, propõe-se a descentralizar os eventos culturais que hoje são realizados no concelho e a criar novos conteúdos e eventos, nomeadamente em cada uma das quatro freguesias. “Assumimos, no nosso Manifesto Eleitoral, o compromisso de criar, em cada uma das nossas freguesias, um evento cultural que assente nas tradições, na gastronomia e naquilo que realmente é a nossa identidade local, num concelho que é rico do ponto de vista da sua diversidade cultural mas que, há muito, deixou de apostar, conforme devia, nessa mesma valorização”, sublinha o candidato, que está ciente de que são necessários mais meios para garantir este trabalho.

“Estamos a trabalhar para garantir que as nossas Associações e Agentes Locais tenham outra capacidade e outros meios para desenvolver o seu trabalho, até porque esta é uma aposta a concretizar que valoriza o nosso concelho do ponto de vista cultural mas, também, a sua capacidade de atrair mais visitantes, o que resulta a favor da nossa população e da nossa economia local”, remata o candidato.