Albuquerque quer avançar com terceira dose da vacinação anti-Covid-19

foto Governo Regional

O líder do Executivo madeirense, Miguel Albuquerque, já disse que a Região se prepara para avançar com uma terceira dose da vacina contra a Covid-19. As declarações foram prestadas aos jornalistas à margem da visita hoje realizada às obras de recuperação do relvado sintético do Estádio Municipal de Câmara de Lobos, no sítio do Carmo.

Os primeiros a ser vacinados com a terceira dose, adiantou, serão os idosos e os que trabalham no sector da Saúde.

O governante citou a chegada recente de mais 35 mil vacinas da Pfizer, estando prevista a chegada de mais três lotes: a 8 de Setembro deverão chegar mais 17 mil, no dia 13 11.700 vacinas, e no dia 20, 23.400 vacinas. “Temos todas as condições para concretizar a vacinação de 85% da população, até ao fim de Setembro, e vamos iniciar e preparar (não vamos esperar uma eternidade para eles decidirem coisas que são óbvias) a terceira vacinação (…) como Israel já está a fazer”. Para tal, o Governo Regional vai adquirir ainda mais vacinas.

Referindo-se às pessoas que não querem ser vacinadas na Região, disse não poder contabilizá-las, mas considerou-as um grupo muito minoritário, residual.

Entretanto e referindo-se à recuperação do relvado, um investimento que importou em cerca de 240 mil euros, Albuquerque justificou-o dizendo que ali praticam desporto, por mês, cerca de dez mil pessoas. “Quatro mil no atletismo, onde o concelho de Câmara de Lobos tem atingido resultados nacionais e internacionais brilhantes, e também no campo de futebol, que é utilizado por cerca de seis mil pessoas”, garantiu. “É uma pressão imensa sobre um espaço desportivo que precisa sempre de renovação”.

Além do investimento no anunciado novo estádio daquele concelho, Albuquerque enfatizou o novo pavilhão do Estreito, já em construção, entre outras apostas no campo desportivo.