Miguel Brito pretende transformar antiga escola da Camacha em centro associativo

O candidato do PS à presidência da Câmara Municipal do Porto Santo defende a requalificação da antiga escola do 1.º ciclo da Camacha, de modo a convertê-la num centro associativo dotado de equipamentos modernos e com condições para funcionar enquanto pólo de desenvolvimento de projectos nas mais variadas áreas da sociedade, refere uma nota.

No entender de Miguel Brito, que cresceu precisamente no Sítio da Camacha, “este é um espaço subaproveitado com potencial para servir a população do Porto Santo e contribuir para a dinamização do tecido social e económico”.

O candidato socialista afirma querer garantir melhores condições para a prática do associativismo no Porto Santo, apontando como essencial definir uma estratégia adequada que incentive o contributo desta atividade para a dinamização da ilha. Na sua perpectiva, “o associativismo é uma forma vital de apelar à participação dos cidadãos na sociedade”, sendo que a requalificação da escola e a sua disponibilização para este efeito constituiria uma mais-valia.

No espaço adjacente à antiga escola, está já actualmente instalada a Associação de Motards do Porto Santo que, com mais de 200 associados, tem desenvolvido inúmeras iniciativas que contribuem para o tecido socioeconómico da ilha. A reconversão da antiga escola será, por isso, um incentivo a que outras possíveis associações sigam os bons exemplos que existem na Região e actuem em áreas fulcrais como a cultura, o ambiente ou o património.