GR deu nos últimos dois anos quase dois milhões à Santa Casa de Machico

Miguel Albuquerque revelou hoje que nos últimos dois anos a Santa Casa da Misericórdia de Machico foi apoiada em quase dois milhões de euros. “E bem”, congratulou-se, pois, na sua perspectiva, trata-se de uma instituição “fundamental do ponto de vista do apoio social”, nas suas diversas valências, que incluem infantário, lar de terceira idade e centro de saúde.

O presidente do Governo Regional falava aquando de uma visita oficial à instituição, e disse mesmo que o GR está a fazer um “aumento gradual” dos apoios.

“Estas instituições atravessaram e estão a atravessar momentos difíceis, com a pandemia”, que “continua a criar dificuldades na gestão e no aumento da despesa”, pelo que considerou que as entidades governamentais “têm também de fazer um esforço no apoio a estas instituições”.

Na oportunidade, não poupou elogios à provedora da Santa Casa, dizendo que é uma mulher “lutadora, inteligente e assertiva”, e que, considerou, é por vezes injustamente criticada. Segundo a teoria de Albuquerque, explanada na ocasião, só se tecem críticas àqueles que realizam um bom trabalho. Reafirmou, assim, o apoio governamental. “Estamos consigo”, resumiu.

Aproveitou também para dizer que “o Estado é laico, mas a nossa cultura é cristã”, pelo que considerou natural o apoio às instituições ligadas à confissão católica.