CDU denuncia problemas de transportes públicos nas zonas altas

A CDU realizou este domingo uma iniciativa política no Galeão, em São Roque, nas zonas altas do Funchal, para abordar os problemas que no acesso aos transportes públicos penalizam as populações nos seus direitos de cidadania.

Edgar Silva, coordenador regional, disse que “mudaram as caras, mas os problemas prolongam-se no tempo. Já no tempo em que o PSD governava a Câmara Municipal do Funchal as populações reclamavam pelo facto de a Horários do Funchal não garantir o serviço de transportes públicos na parte da tarde de sábado e de domingo, e ao longo da semana depois das 21h. Pois, saiu o PSD e entrou o PS para a governação da CMF e os problemas continuam por resolver. Quer PSD, quer PS, com maioria na CMF se manifestam incapazes de intervir junto da Horários do Funchal de modo a garantir a resolução destes problemas. O povo do Galeão, do Lombo Jamboeiro, da Cova, da Bugiaria, da Ribeirinha, são tanta gente que fica limitada nos direitos de cidadania por não ter um serviço de transportes públicos adequado às necessidades de mobilidade”.

Para a CDU, como referiu Edgar Silva, “a questão que está colocada no tempo presente é que não basta que mudem as caras, de pouco ou nada serve para o que conta na luta por uma vida melhor que apenas vão rodando, em alternância ou em substituição, e à vez, o PSD e o PS, quando os problemas que mais afligem o povo do Funchal tardam em ter resolução”.

Nesta iniciativa nas zonas altas da freguesia de São Roque, a CDU colocou a reivindicação, que considera justa, de uma outra política de desenvolvimento que atenda às demandas dos funchalenses, que concretize como prioridade a mobilização de meios para dar resposta aos problemas sentidos pelo povo das zonas altas, acabando com o actual tratamento discriminatório, “em que tanta gente é tratada como se fosse de segunda categoria”.