Clube Naval apresenta queixa-crime por causa da sujidade no mar

Continua a aparecer sujidade nas águas entre o Lido e o Clube Naval do Funchal, o que é recorrente e já tem suscitado veementes protestos dos banhistas. E, na sequência dessa realidade a que, em anos e anos, não foi possível pôr cobro, há uma reacção inusitada a registar: a do presidente da Direcção do Clube Naval do Funchal, que emitiu um comunicado intitulado “SOS- BASTA!!!”

“O Clube Naval do Funchal – independentemente de estar a dias de hastear a 20ª Bandeira Azul na sua zona balnear – não está nada satisfeito com a qualidade da água do mar da baía da Quinta Calaça”, refere a nota.

“Neste contexto, e perante a omissão de respostas das entidades oficiais competentes”, prossegue o Clube Naval através do seu máximo responsável, “vai apresentar uma queixa-crime contra desconhecidos junto do Ministério Público da Madeira”.